Skip to content

Pega ladrão! Tem alguém roubando meus cliques!

26 de junho de 2009

Na semana passada, uma notícia trouxe à tona um problema que tira o sono de qualquer profissional de marketing que investe em PPC. Anunciando nada mais, nada menos do que um prejuízo estimado em US$ 750 mil, a Microsoft é a mais nova vítima em larga escala de Click Fraud.

Este crime cibernético, também conhecido no Brasil como “Fraude de Cliques”, consiste em pessoas, scripts automáticos ou programas de computador que imitam o comportamento habitual dos usuários de web browser ao clicar em um anúncio online, sem qualquer interesse, forçando o anunciante a pagar por cliques irrelevantes.

Esse tipo de fraude está longe de ser novidade. Toda vez que alguém toma pela primeira vez conhecimento de como funciona o Pay Per Click Marketing, surge um “diabinho” no pé da orelha dizendo: “hummmm… se você clicar sem parar nos anúncios do seu concorrente, é possível levá-lo à falência”.

Vamos conhecer os possíveis tipos de fraude e quem são os “meliantes virtuais” mais famosos.

Inimigo #1: Concorrentes

Prática tipicamente manual e adotada em menor escala, já que além de dar trabalho, leva tempo e pode cair nas graças da justiça, afetando gravemente a reputação de quem clica de forma maliciosa.

Inimigo #2: Programa de afiliados

Um Programa de Afiliados é uma estratégia de geração de tráfego muito utilizada nos EUA. Sites de terceiros divulgam o seu negócio em troca de comissões sobre as vendas e/ou leads gerados. Não vamos generalizar, mas infelizmente alguns afiliados fazem qualquer coisa para competir com outros afiliados, chegando a forjar o fluxo de tráfego através de ferramentas de cliques falsos.

Inimigo #3: Você

Isso mesmo. Parar tirar proveito do Adsense etc, muitos proprietários de sites clicam nos anúncios de sua própria página, manualmente ou automaticamente. Outra possibilidade é pedir para que amigos e familiares clicarem, Não se engane, os algoritmos dos programas detectam a farsa rapidamente, cruzando informações de padrões comportamentais.

Precauções

  • Fique de olho nos concorrentes – Monitore quem está competindo com você em relação às palavras-chave nos mecanismos de busca, pois a concorrência é uma fonte potencial de ataques. Algumas ferramentas oferecem relatórios que detalham o número de cliques vindos de concorrentes e outras possíveis fontes de fraude.
  • Monitore suas campanhas online – É meio óbvio, mas ainda existem pessoas que acham que o trabalho acaba quando a peça é publicada. Fique atento aos relatórios gerados pela sua ferramenta de web analytics e faça um paralelo com os dados gerados pelo mecanismo, seja Adwords ou outro semelhante. Veja a porcentagem de cliques dados como inválidos.
  • Escolha sites de alto valor para seus anúncios online – Sites de baixa qualidade são incubadoras de fraudes. Além de garantir tráfego, exemplos como Google e Yahoo oferecem menor risco de fraude.

Métricas que merecem atenção:

  • Média de cliques diários (um aumento muito grande pode ser indício de fraude);
  • Volume de cliques x Hora/Dia, para verificar taxa de crescimento;
  • Média de Page Views x Cliques (caso você seja vítima de fraude, essa taxa será baixa, uma vez que a navegação no site não estará de acordo com o padrão de comportamento esperado);
  • Taxa média de conversão x Palavra-chave, por clique;
  • Média de cliques baseada em posições específicas de busca paga;
  • Volume de cliques x Conversão zero.

Fique de olho!

That’s all folks!

Fonte:

Marcela Daniotti – iMasters

Anúncios
No comments yet

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: